Pages Navigation Menu
Publicidade
Casual 468x60

Modalidades de pesca

Modalidades de pesca

Pesca Esportiva:

A pesca esportiva é feita com iscas artificiais. A isca é movimentada para dar a impressão de um peixe vivo ou qualquer outro tipo de animal, como um sapo ou minhoca, também podendo imitar um peixe fugindo ou ferido. As iscas artificiais mais utilizadas são os plugs de meia água, de fundo e de superfície; jigs, colheres e spinners. Nessa modalidade, o arremesso preciso e a habilidade no movimento de recolhimento da isca fazem a diferença no sucesso da pescaria. Trata-se de uma das modalidades mais técnicas que existem e a cada dia vem ganhando mais adeptos. Neste tipo de pesca é necessário conhecer o comportamento dos peixes, bem como as características dos locais onde se pretende pescá-los. É necessário ter um bom equipamento e bastante habilidade.

  • facebook
  • Twitter
  • googleplus
  • pinterest
  • Delicious
  • reddit
  • LinkedIn

Pesca de Corrico:

Na pesca de corrico o barco permanece em movimento, com o motor ligado. A isca pode ser natural ou artificial. A técnica consiste em arrastar a isca a uma distância entre 20 e 50 cm com a embarcação em baixa velocidade. A movimentação produzida dá a impressão de que a isca está viva.
São utilizadas varas curtas e bem fortes e as linhas devem acompanhar a ação do equipamento. Nesta modalidade, as carretilhas permitem um melhor desempenho.

  • facebook
  • Twitter
  • googleplus
  • pinterest
  • Delicious
  • reddit
  • LinkedIn

Pesca de Barranco:

Trata-se da modalidade de pesca mais popular em todo o mundo. A beira de um rio, lago ou represa é o lugar preferido para a construção de ranchos de pesca ou para acampamentos.
Os equipamentos utilizados são os mais diversos:
Varas com molinete ou carretilha, caniços simples feitos de bambu ou varas telescópicas de carbono, além da tradicional linha de mão.
Geralmente é feita um ceva, que pode ter milho, mandioca, farelo de arroz ou restos de comida, para que os peixes se acostumem a comer sempre no mesmo local.
Este talvez seja o tipo de pesca mais prejudicado por causa da poluição dos rios e dos desmatamentos ciliares.

  • facebook
  • Twitter
  • googleplus
  • pinterest
  • Delicious
  • reddit
  • LinkedIn

Pesca com Mosca:

Uma das mais antigas modalidades de pesca. O nome se deve à isca utilizada que imita insetos, o alimento natural de alguns peixes, como a truta.
Essas iscas são confeccionadas artesanalmente com materiais como pêlos, penas, fios de plástico e linhas de costura.
Hoje em dia não só as espécies que se alimentam de insetos são capturadas.
As iscas são produzidas com as mais diversas formas, por exemplo, peixes, crustáceos, rãs etc.o que aumentou em muito as opções para a pesca com mosca, utilizada inclusive para capturar espécies marinhas.
O equipamento é bem diferente do convencional. Uma vara comprida e flexível, uma carretilha que mais parece uma bobina comum e uma linha grossa que na verdade é a grande responsável pelo arremesso. O peso da linha é que leva a isca até o ponto desejado. Ela vai sendo solta a partir de movimentos constantes e sincronizados de “vai e vem”, movimento esse que ganhou o apelido de “chicotear”.
A pesca com mosca é muito mais que uma modalidade de pesca, é praticamente uma filosofia onde o corpo e a mente devem estar em total sintonia com o meio ambiente.

  • facebook
  • Twitter
  • googleplus
  • pinterest
  • Delicious
  • reddit
  • LinkedIn

Pesca de Batida:

Esta pescaria deriva da pesca de rodada e funciona quase da mesma forma. O barco vai descendo próximo à margem do rio e o pescador vai batendo a isca na água como se fosse uma frutinha caindo para atrair os peixes que ficam no entorno. Essa modalidade é muito utilizada na pesca do pacu. Neste caso, o que mais se utiliza é a velha e boa vara de bambu.

  • facebook
  • Twitter
  • googleplus
  • pinterest
  • Delicious
  • reddit
  • LinkedIn

Pesca de Arremesso:

Trata-se de uma das modalidades mais técnicas que existe e a cada dia vem ganhando mais adeptos. Neste tipo de pescaria é necessário conhecer o comportamento dos peixes, bem como as características dos locais onde se pretende pescá-los. A pesca de arremesso pode ser feita com iscas naturais ou artificiais. Movimenta-se a isca (que pode ser feita de penas, metal, plástico, madeira, etc.) de modo a trabalhá-la dando impressão semelhante de um possível alimento do peixe predador. Esse alimento pode ser um outro peixe, um sapo, uma pequena cobra. A isca poderá simular estar fugindo, ferida, se alimentando ou simplesmente nadando. As iscas artificiais mais utilizadas são os plugs de meia água, de fundo e de superfície; jigs, colheres e spinners. Nessa modalidade, o arremesso deve ser o mais preciso possível, pois isto fará a diferença no sucesso da pescaria.

  • facebook
  • Twitter
  • googleplus
  • pinterest
  • Delicious
  • reddit
  • LinkedIn

Postagens Relacionadas:

Grande Liquidação - 728x90

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Publicidade
Banner Futebol 468x60
Publicidade

Subscreva a nossa Newsletter

Junte-se à nossa lista de discussão para receber as últimas notícias e atualizações da nossa equipe.

Sua assinatura foi um sucesso!

Pin It on Pinterest

Share This